MPF vai abrir canal para receber denúncias e identificar extremistas

20

A Procuradoria-Geral da República vai abrir um canal de comunicação especial para receber imagens e denúncias que ajudem na identificação dos extremistas que participaram dos atos golpistas deste domingo em Brasília.

As informações serão remetidas ao setor de análise e pesquisa da instituição, ao qual caberá o trabalho de perícia que antecede as medidas destinadas a punir os apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro envolvidos nas invasões aos prédios dos Três Poderes.

A providência é similar a uma iniciativa adotada pelo Departamento de Justiça dos Estados Unidos após a invasão do Capitólio, há dois anos.