DF: veja o calendário da vacina de pessoas com comorbidades na fase 1

231

De acordo com Secretaria de Saúde, o novo grupo prioritário deve ser imunizado entre 4 e 18 de maio. Cadastramento começa nesta sexta (30)

De acordo com a Secretaria de Saúde, o agendamento para os dias 4 e 5 de maio será destinado exclusivamente a pessoas com deficiência (de 55 a 59 anos), gestantes e puérperas com comorbidades, pessoas com síndrome de Down e pacientes com terapia renal substitutiva. A pasta espera imunizar contra a Covid-19 nesse período um total de 30.404 pessoas.

Nos dias 7 e 8 de maio, após a confirmação do cadastro, a Saúde do DF planeja vacinar as pessoas com comorbidades que têm 59 anos. Esse grupo representa um total de 5.498 pacientes. Já nos dias 10 e 11 de maio, será a vez da faixa etária de pessoas com 58 anos que têm doenças preexistentes, totalizando mais 5.798.

Os indivíduos com comorbidades com 57 anos completos serão imunizados nos dias 12 e 13 de maio, segundo consta na programação inicial do GDF (veja abaixo). A faixa etária dos 56 e 55 anos deve receber o antídoto entre os dias 14 e 18 de maio, priorizando do mais velho ao mais novo.

Veja o quadro:

 

Banco de dados

De acordo com a Secretaria de Saúde, a seleção desses pacientes será feita por meio de um banco de dados realizado a partir do agendamento no site da pasta.

“Se ele teve passagem pelas unidades públicas, o nome já estará no cadastro da rede. Caso ocorra inconsistência nos dados, a Secretaria de Saúde entrará em contato. Quem tem comorbidade e é acompanhado por clínicas particulares, o cadastro é indispensável a fim de que a secretaria tenha acesso aos dados para que seja analisado e incluído nessa lista”, frisou a subsecretária de Planejamento em Saúde, Christiane Braga Martins de Brito

Segundo ela, esse sistema de agendamento faz o direcionamento para que as unidades específicas realizem o atendimento com conforto para esse novo grupo prioritário.

“Todas as pessoas terão de fazer um pré-cadastro para que seja identificado o tipo de comorbidade. Já temos todo o cadastro com CID das pessoas que tiveram passagem pelo sistema da Secretaria de Saúde. Esse cadastro já foi identificado e o banco de dados atualizado está na SES. O que precisamos é do outro cadastro daqueles que não usam o SUS”, disse.

Embora a prioridade nesta próxima etapa seja para as pessoas com a idade mais avançada, a começar por 59 anos, a subsecretária reforça que a partir de sexta-feira (30/4), até a próxima semana, todos os integrantes do grupo de comorbidades e doenças preexistentes, incluindo pessoas com deficiência, façam o cadastro no site da Secretaria de Saúde.

“Neste primeiro momento, a gente tem vivenciado a cada minuto 100 agendamentos de profissionais de saúde. A gente consegue agendar, por exemplo, 6 mil doses em uma hora e meia. Precisamos que num prazo de sexta até quarta-feira da semana que vem, esse cadastro esteja concluído. É importante que a primeira etapa desse cadastro seja feita para que a gente incorpore ao banco de dados as pessoas que não fazem uso do SUS. Os agendamentos serão a partir desse banco de dados, a partir de 6 maio.”