Covid: Taxa de transmissão passa de 1 no DF

12

A Taxa de Transmissão (Rt) da Covid-19 que vinha crescendo nos últimos dias no Distrito Federal, chegou a 1,01 nesta sexta-feira, 06. Vale lembrar que, acima de 1, a taxa indica que a pandemia está tendendo a avançar. Essa taxa significa que 100 pessoas infectadas infectam outras 101. Apesar do valor, a capital federal fechou o dia sem óbitos registrados por complicações da doença.
Nesta quinta-feira, 05, em coletiva de imprensa, o secretário da Saúde, general Manoel Pafiadache, disse que esse aumento é normal. “Naturalmente, quando nós estamos com índices baixos de [casos] ativos e novos casos diários, qualquer alteração nesses números vai influenciar na taxa”, explicou.
Atualizações
O Distrito Federal registrou, nas últimas 24 horas, 139 novos casos de covid-19. Desde o início da pandemia, 697.512 pessoas já foram infectadas na capital, sendo que 98,2% (684.692) deste número estão recuperados. Do total de casos, 11.660 (1,7%) faleceram pelo vírus.
Apesar de, nas últimas 24 horas, ninguém ter falecido em decorrência de complicações da doença, duas mortes, que aconteceram em dias anteriores, foram registradas. Sendo uma mulher e um homem.
As regiões com mais casos confirmados são Ceilândia (68.805), Plano Piloto (81.291) e Taguatinga (53.282). A maior taxa de mortalidade é em Ceilândia (1.761) e Santa Maria (482), ambas com 2,6%.
Os dados ainda mostram que, do total de mortes, 1.013 não eram residentes da capital, sendo, 871 de Goiás (entorno), um do Acre, um de Alagoas, três do Amapá, 30 do Amazonas, 17 da Bahia, três do Maranhão, oito do Mato Grosso, 48 de Minas Gerais, um do Piauí, cinco do Rio de Janeiro, quatro de Rondônia, sete de Roraima, dois de Santa Catarina, cinco de São Paulo e cinco do Tocantins.