Covid-19: Saúde recomenda dose de reforço para crianças acima de 5 anos

73

O Ministério da Saúde publicou uma nota técnica nesta quarta-feira (4/1) em que recomenda a aplicação de dose de reforço da vacina para covid-19 em crianças a partir de 5 anos que já tenham recebido a segunda dose há pelo menos quatro meses. Segundo a pasta, a complementação da vacinação leva em consideração um aumento da proteção em todos os estudos científicos realizados.

“Para a análise da recomendação de dose de reforço para esse público, entre outros critérios, foi observado o aumento dos níveis de anticorpos depois da aplicação da dose complementar. No estudo clínico, as crianças avaliadas apresentaram aumento de seis vezes no número de anticorpos após a dose de reforço. Em outra sub análise, o reforço da vacina da Pfizer se mostrou eficaz contra a variante Ômicron, com aumento de 36 vezes na produção de anticorpos nessa faixa etária”, informa o ministério, em trecho da nota.

A pasta recomenda que o reforço seja aplicado com a vacina pediátrica da Pfizer, para as crianças que receberam a segunda dose da Pfizer ou da Coronavac e, além disso, o ministério ressalta a recomendação para a administração simultânea de vacinas contra a covid-19 com outros imunizantes do calendário vacinal infantil.