Comissão de aprovados participa de debate na CLDF

22

Na manhã desta segunda-feira (10/06), um grupo de cirurgiões-dentistas aprovados no concurso da Secretaria de Saúde do DF em 2022 participou da Reunião Pública sobre a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) 2025, com o Deputado Distrital Gabriel Magno.

Durante o evento, foram apresentadas as metas e prioridades da LDO 2025, incluindo os limites com a folha de pagamento dos servidores e as despesas de pessoal autorizadas a sofrer acréscimos nas áreas de saúde, educação e cultura. “A falta de nomeação, somada ao congelamento salarial dos servidores nos últimos anos, nos tirou do limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal, resultando no menor índice histórico do governo. Houve um desinvestimento em pessoal nos últimos anos, e isso não é motivo de comemoração, mas sim de alerta, pois quando esse número começa a cair muito, mostra que está faltando atenção na ponta. Na saúde, por exemplo, temos a pior cobertura de saúde bucal do Brasil e uma das piores de atenção primária. Estamos vivendo uma crise na saúde no Distrito Federal”, afirmou.

O representante dos aprovados, Igor Amorim, apresentou dados alarmantes sobre a saúde bucal do DF. “Hoje, a fila para tratamento endodôntico, conhecido como canal, tem mais de cinco mil pessoas. Em 2024, houve nomeações de vários outros profissionais de saúde, mas não de dentistas. A dor de dente não pode esperar! Além disso, estamos perdendo o repasse do Ministério da Saúde por não termos equipes suficientes para atender a população”, explicou.

Está prevista, para 2025, a contratação de 303 novos cirurgiões-dentistas. Na Lei de Orçamento Anual de 2024, está prevista a contratação de 50 dentistas ainda este ano. Atualmente, existem 653 cargos vagos.

O Sindicato dos Odontologistas do Distrito Federal está empenhado na luta pela nomeação dos dentistas concursados e está trabalhando com as autoridades competentes para acelerar esse processo.