Programa Brasil Sorridente é apoiado pela 16ªCNS

89

Uma das grandes conquistas da odontologia na 16ª Conferência Nacional de Saúde, ocorrida entre os dias 4 e 7 de agosto, foi a aprovação da moção que transforma o Programa Brasil Sorridente em Política de Estado, mantendo e ampliando a assistência bucal no SUS sempre pública e universal. A proposta, sugerida pelo Dr. Aroldo Neto, cirurgião-dentista e delegado eleito a 16ªCNS, foi aprovada com 89,2% de votos favoráveis, obtendo dessa forma o apoio na plenária final da 16ª Conferência Nacional de Saúde.

A moção foi motivada pela ameaça que o maior programa de saúde bucal do governo federal vem sofrendo. A Odontologia tem perdido espaço em vários municípios do país por conta das mudanças que vem acontecendo em relação ao programa, como contínuos descredenciamentos de equipes de saúde bucal, fechamento de centros de especialidades odontológicas, entre outras perdas.

O PL 8131/2017, que institui a Política Nacional de Saúde Bucal no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS), atualmente tramita na Câmara dos Deputados, e está aguardando parecer na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Assista o vídeo no qual a Presidente do SODF, Jeovânia Rodrigues, junto ao Aroldo Neto e Rozângela Camapum, que foram delegados eleitos à 16ª CNS, comemoram o resultado das aprovações.