Plano de saúde para servidores do DF

88

Estima-se que 600 mil servidores públicos do Distrito Federal passem a ter plano de saúde exclusivo nos próximos meses. O presidente do Instituto de Assistência à Saúde do DF (Inas-DF), Ney Ferraz Júnior, é quem faz a previsão. “Com essas 600 mil pessoas aderindo ao plano de saúde, estamos diretamente ajudando o SUS. O Sistema Único de Saúde do DF vai ser desobstruído porque essa estrutura hoje é utilizada por essas 600 mil vidas; e após a adesão, essas pessoas, irão ser atendidas na rede médica hospitalar privada.” Além da carência de 30 dias para que os servidores comecem a usar o plano de saúde, o GDF informou que as mensalidades serão descontadas nas folhas de pagamento dos trabalhadores. Para o titular, o desconto será de 4% da remuneração mensal bruta e, no caso de dependentes, mais 1% por familiar. Filhos de até 21 anos e cônjuges poderão usar o benefício. Segundo a presidente do Sindicato dos Odontologistas do Distrito Federal Jeovânia Rodrigues, “é preciso que cada colega calcule e confira se é vantajoso” e recomenda ter muita cautela, “há muito o que considerar, até porque ainda não está definida a rede credenciada e a modalidade será por coparticipação”. A adesão para os servidores da saúde está disponível desde do dia 03 de novembro com data limite para migração sem carência até 30 de novembro.