Hospital da Criança de Brasília terá nova ala de ressonância magnética

13

Com um investimento de R$ 9,5 milhões, o Hospital da Criança de Brasília José de Alencar (HCB) terá uma nova ala de ressonância magnética. Os recursos do Governo do Distrito Federal (GDF) vêm do Fundo Distrital dos Direitos da Criança e do Adolescente (FDCA) e serão usados na compra do equipamento e na obra de adequação do espaço para que o aparelho seja instalado.
A estrutura vai reforçar o diagnóstico e acompanhamento de tumores cerebrais e outras doenças de média e alta complexidades. Com a instalação do equipamento de ressonância magnética, 20 crianças serão atendidas por dia. A meta do hospital é realizar 3,6 mil exames por ano.
A previsão é que o atendimento na nova ala só comece em outubro de 2022 porque trata-se de uma compra internacional e será necessária reformar o espaço. Atualmente, cerca de 300 crianças aguardam o exame feito com ressonância magnética.
“Se o hospital já tem uma alta resolubilidade, com índice de satisfação de pais e crianças de 97%, imagine com mais esse investimento”, afirmou o secretário de Saúde do DF, Manoel Pafiadache.
O Fundo Distrital dos Direitos da Criança e do Adolescente (FDCA) é constituído de repasses orçamentários, doações voluntárias e parte do Imposto de Renda (IR) de pessoas físicas e jurídicas.
A primeira-dama do DF, Mayara Noronha Rocha, ressaltou a importância do uso desses recursos: “O que temos aqui é o esforço integrado do governo em abrir caminhos para investimentos nas nossas crianças e adolescentes com o da sociedade civil que os destina ao fundo que as ampara”.
(*) Jonatas Martins é estagiário do Programa Mentor e está sob supervisão da editora Maria Eugênia