CPI da Pandemia mais uma vez é adiada

60

A Câmara Legislativa do DF adiou mais uma vez a instauração da CPI da Pandemia que tem por objetivo investigar supostas irregularidades na condução do combate à COVID-19. Na terça-feira (8), a procuradoria da CLDF sugeriu a rejeição do pedido de criação da comissão, no mesmo dia o presidente da casa Rafael Prudente (MDB) assumiu o compromisso de colocar a pauta para análise dos líderes na quarta-feira (9). No entanto, ele não compareceu à reunião.

Com assinatura de 13 parlamentares, a CPI já pode ser instaurada, pois tem a maioria. Há três semanas a casa aguarda uma decisão do presidente.

O SODF, assim como outras entidades do DF, reitera a importância dessa CPI, pois ela representa a defesa do SUS e os princípios constitucionais da administração pública: legalidade, impessoalidade, moralidade e eficiência, reforçando a importância da total transparência da gestão na execução dos recursos públicos da saúde.

“Lamentamos a recorrente falta de quórum na CLDF nas últimas semanas. Enquanto os parlamentares podem se dar ao luxo de não comparecer a sessões remotas, trabalhadores da saúde arriscam diariamente suas vidas na batalha contra o coronavírus, causador de 2.843 óbitos em 6 meses de pandemia. Investigar o uso adequado dos recursos públicos da saúde é papel fundamental do Legislativo nesse momento e o SODF apoia a instauração imediata da CPI da Pandemia”, declara a Presidente do Sindicato dos Odontologistas do DF Jeovânia Rodrigues.