Covid: taxa de transmissão no Brasil é a menor desde abril de 2020

69

A taxa de transmissão do coronavírus no Brasil atingiu o menor índice desde abril de 2020. De acordo com o Imperial College de Londres, o número chegou a 0,60 na segunda-feira (11/10).
Isso quer dizer que cada 100 pessoas infectadas pelo coronavírus transmitem a doença para outros 60 indivíduos. A margem de erro pode colocar o dado entre 0,24 e 0,79.
Chamado de Rt, o índice simboliza o ritmo de contágio por Covid-19 no Brasil. Quando o valor está acima de 1 é sinal de que a pandemia está descontrolada no país. Quando o número é menor que 1, significa que a transmissão está estável.
O dado mais baixo até então havia sido de 0,68, registrado em novembro do ano passado pelo Imperial College de Londres. O índice divulgado nesta semana é o menor desde abril de 2020, mês em que a instituição começou o levantamento.
A taxa de transmissão calculada pelo Imperial College é geral, ou seja, não leva em consideração diferenças entre as cidades e a situação do vírus em cada região.
O estudo do instituto de pesquisa britânico aponta, ainda, que o Brasil deve registrar cerca de 1,6 mil mortes por Covid-19 ao longo desta semana. A margem de erro pode colocar o índice entre 942 e 1,8 mil óbitos nos próximos dias.
Vacinação
Dados da Campanha Nacional de Imunização mostram que 54,5% da população com 12 anos ou mais no país está totalmente imunizada contra a Covid-19. Ou seja, já receberam duas doses ou a vacina de dose única.
O número corresponde a 99.657.382 dos quase 182 milhões de brasileiros nessa faixa etária, com o ciclo vacinal completo.
No total, 149.684.859 pessoas receberam ao menos uma dose, o que corresponde a 81,8% da população com 12 anos ou mais. Já a dose de reforço foi aplicada em 2.344.769 pessoas.
Nas últimas 24 horas, foram aplicadas 843.195 vacinas no país. Somando a primeira, a segunda e a dose única, são 251.687.010 doses aplicadas no total.