Conselho de Saúde vota pela rejeição do projeto que modifica a estrutura de saúde do DF

100

 #UnidospelasaúdedoDF

O Conselho de Saúde do Distrito Federal (CSDF) se reuniu extraordinariamente nesta terça-feira (29) e votou pela rejeição do projeto que modifica e amplia o Instituto Hospital de Base (IHB), aprovado pela Câmara Legislativa em 24 de janeiro.
A votação foi por unanimidade, apesar da ausência de todos os Conselheiros do Segmento da gestão, foram 15 votos pela rejeição e pela judicialização da lei aprovada em caráter de urgência. A Presidente do Conselho de Saúde, Lourdes Piantino declarou que o Conselho irá buscar em todas as instâncias do judiciário a possibilidade de questionar a validação de aprovação deste projeto. Além da rejeição do PL, o colegiado propôs a criação de uma comissão para apurar todas as ações e resultados obtidos pelo IHBDF desde a sua criação.
A Gestão sob o comando do Secretário Osnei Okumoto, que se propôs a manter um bom canal de diálogo com o Controle Social, inclusive admitindo falhas na discussão do então projeto de lei encaminhado pelo executivo, se omitiu diante da oportunidade de participar da primeira reunião do CSDF convocada em sua gestão. 
O Sindicato dos Odontologistas do DF esteve presente na ocasião, representado pela Conselheira Jeovânia Rodrigues, presidente da entidade, que declara que o Sindicato se compromete com a luta pela rejeição da lei no âmbito do CSDF, especialmente por contrariar as diretrizes estabelecidas pela IX Conferência de Saúde do DF, instância máxima de deliberação do SUS.